BURACO 1
Par: 4

Índice do buraco: 8

Largura do green: 

Extensão do green: 43m

Pro Tip
O primeiro buraco é exigente e obriga a uma decisão no shot de saída: “até onde posso arriscar ao jogar pela esquerda do fairway?”, visto que o buraco é uma curva acentuada da direita à esquerda. A área de recepção é ampla na zona de curva. O comprimento do green dificulta a aproximação, com uma diferença na distância de até três tacos entre o início e o fim, e é protegido por um bunker à esquerda e um declive à direita.
BURACO 2
Par: 5

Índice do buraco: 14

Largura do green: 

Extensão do green: 24m

Pro Tip
Um clássico Par 5 de risco e recompensa. Se conseguir cortar a curva e ultrapassar o obstáculo de água, ficará com um segundo shot relativamente curto para atacar o green elevado. Pode ser uma boa oportunidade de birdie, mas se arriscar demasiado, ou se um erro for cometido, poderá comprometer o resultado.
BURACO 3
Par: 3

Índice do buraco: 18

Largura do green: 

Extensão do green: 36m

Pro Tip
Um buraco aparentemente simples mas que pode causar muitos problemas. A tacada inicial pode ser variada, e ir de um taco para distâncias mais curtas até uma madeira. O green é muito longo, e tem uma zona de “resgate” do lado esquerdo, enquanto que do lado direito tem dunas e relva mais alta. A chave para jogar bem este buraco é acertar na distância, uma vez que o green é caracterizado por algumas ondulações.
BURACO 4
Par: 4

Índice do buraco: 12

Largura do green: 

Extensão do green: 45m

Pro Tip
Com uma beleza natural incrível, este buraco tem o green elevado, uma zona de areia à esquerda do fairway e um bunker à direita. O segredo é direccionar o shot de saída para a zona mais ampla à esquerda, e não ceder à tentação de jogar pela direita. É importante acertar na distância do shot ao green, caso contrário poderá enfrentar um dos puts mais rápidos do campo.
BURACO 5
Par: 4

Índice do buraco: 2

Largura do green: 

Extensão do green: 30m

Pro Tip
Provavelmente o Par 4 mais difícil do campo, longo o suficiente para quem joga das amarelas e um verdadeiro monstro para quem joga das brancas. A tacada inicial precisa ser confiante para o lado direito, para ter o melhor ângulo possível para o segundo shot. As inclinações à esquerda e na parte de trás podem controlar o contacto da bola com o green. Um par neste buraco deve ser amplamente bem aceite em qualquer volta.
BURACO 6
Par: 4

Índice do buraco: 6

Largura do green: 

Extensão do green: 26m

Pro Tip
Uma mudança maravilhosa ocorre neste buraco ao passar para a parte mais arborizada do campo. O tee elevado pode tentá-lo a direcionar o shot de saída para à direita do fairway, mas uma vez que o buraco apresenta uma curva acentuada da esquerda para a direita, isso poderá traduzir-se num bogey se a bola for demasiado para a direita. A pancada de aproximação ao green deverá ser de curta ou média distância para chegar a um green complicado, com uma lomba no meio, o que torna os putts mais difíceis. A zona mais segura para falhar o green é à esquerda uma vez que à direita existem dunas e árvores que podem dificultar a recuperação.
BURACO 7
Par: 5

Índice do buraco: 10

Largura do green: 

Extensão do green: 35m

Pro Tip
Um lindo Par 5, que está longe de ser curto, exceto para os jogadores com maior distância. O shot de saída é intimidante, com árvores de ambos os lados, e a abordagem ao green é complicada uma vez que é bastante longo e guardado à direita por encostas e bunkers. Caso falhe a distância no seu shot de aproximação, pode ficar um um putt muito comprido.
BURACO 8
Par: 3

Índice do buraco: 16

Largura do green: 

Extensão do green: 19m

Pro Tip
Um buraco curto mas característico do campo, que normalmente é jogado contra o vento. O maior objectivo deverá ser acertar na escolha do ferro, uma vez que terá de ultrapassar o lago à sua frente mas sem alcançar as encostas íngremes e os bunkers atrás do green. Não é um buraco fácil dos tees amarelos, e das brancas é um verdadeiro desafio!
BURACO 9
Par: 4

Índice do buraco: 4

Largura do green: 

Extensão do green: 23m

Pro Tip
Outro forte Par 4 para terminar a primeira volta. Este buraco normalmente é jogado contra o vento e embora o fairway seja mais amplo do que parece quando é visto do tee, é delimitado por árvores e rough denso tanto à esquerda como à direita. O green é largo e plano, o que faz com que a tacada de aproximação seja mais longa do que parece.
BURACO 10
Par: 5

Índice do buraco: 7

Largura do green: 

Extensão do green: 38m

Pro Tip
Um buraco com uma paisagem incrível, que proporciona uma vista panorâmica do seu tee elevado. O “fora dos limites” em todo o lado esquerdo é recompensado com bastante espaço de fairway à direita. Um shot comprido do tee pode levar o jogador a arriscar e tentar chegar ao green com a segunda pancada, mas fique atento ao lago à direita e frente do green. A opção mais segura é jogar o segundo shot de forma a fica a cerca de 70m do green, e ter um bom controlo de distância no seu terceiro shot uma vez que o green é bastante comprido, embora seja um dos mais planos da Praia D’el Rey.
BURACO 11
Par: 3

Índice do buraco: 13

Largura do green: 

Extensão do green: 27m

Pro Tip
Este é o Par 3 mais difícil da Praia D’el Rey. É um buraco em linha reta, com o green mais elevado do que o tee, o que o torna mais longo do que parece fazendo com que a seleção do taco seja muito importante. O único lugar seguro para falhar o seu shot será antes do green, uma vez que o mesmo é protegido por encostas e bunkers de ambos os lados e à retaguarda.